O Outono começou esta semana, na última quarta-feira (21) aconteceu em SP a apresentação da FEIMI é a antiga Feira do circuito das malhas tradicional em SP muda de nome.

A intenção dos organizadores com a FEIMI é que a feira se torne uma plataforma para fabricantes da moda outono-inverno e atraia mais empreendedores e mini-atacadistas, além do consumidor que continua tendo preços atraentes.

FEIMI | Feira do circuito das malhas tradicional em SP muda de nome

A feira dos circuito das maldas (Fecimalhas), realizada há 15 anos em três edições na Avenida Paulista e no Grande ABC, agora passa a se chamar FEIMI – Feira da Moda Inverno.

A mudança faz parte de um projeto de reposicionamento, que tem como objetivo transformar a feira, que continua a ser realizada nos meses de maio, junho e julho, em um plataforma para fabricantes da moda outono-inverno do chamado Circuito das Malhas e envolve cidades tradicionais da malha e tricô, como Monte Sião e Jacutinga (MG) e Serra Negra, Socorro e Água de Lindóia (interior SP), além de outras marcas do Sul, Sudeste e Nordeste do país.

FEIMI | Feira do circuito das malhas tradicional em SP muda de nome

Isabella Fiorentino é a embaixadora da FEIMI de 2018, a modelo e apresentadora foi escolhida por Sônia “por ela representar a mulher nos dias atuais: mãe, trabalhadora, bem sucedida e promotora de moda para públicos de todos os perfis e classes sociais”.

FEIMI | Feira do circuito das malhas tradicional em SP muda de nome

Além da mudança de nome, outra novidade em 2018 é a criação de uma área dedicada a expositores que apresentem ideias de acessórios de moda e outros itens e que tragam o conceito confy para a estação mais fria do ano.

São esperadas cerca de 20 novas marcas que produzam colares, jóias, bolsas, além de itens exclusivos de decoração.

Pelas estimativas do IEMI – Inteligência de mercado, nos próximos cinco anos:

  • A indústria de moda  no Brasil deverá acumular um crescimento de 16,1%, a um ritmo médio anual de 3,1% em volume de peças confeccionadas, podendo elevar a produção nacional a um recorde histórico.
  • Em 2021, com algo em torno de 6,7 bilhões de peças a serem confeccionadas naquele ano. Hoje, o país é o quarto maior mundial produtor de malhas.

A feira atrai mais de 150 mil visitantes anualmente e gera um volume de negócios de cerca de R$20 milhões.

________________________________________________________________________________________________

Serviço | Datas da FEIMI em 2018

Lançamento – Edição Família – 18 de Maio a 03 de Junho | Centro Eventos São Luís (Av. Paulista)

Edição Alto Inverno – Namorados – 15 a 24 de Junho | São Bernardo do Campo/SP

Última Edição – Liquidação – 06 a 22 de Julho | Centro Eventos São Luís (Av. Paulista)