Mostrando posts da categoria Saúde

Passar fome emagrece?

Esse é um assunto polêmico e deve ser tratado com cuidado, não podemos tomar medidas radicais nós sabemos que isso não é saudável, há algum tempo acompanho o Blog Comportamento Magro não sou adepta a dietas (não tenho paciência nem regras para tal) nem a radicalismo e lá vocês podem acompanhar dicas de como ser saudável e controlar a alimentação.
Leiam este artigo muito interessante
Para muitos, passar fome é a única saída para perder peso. O que eles não sabem é que quando fazemos dietas restritivas, o efeito será o contrário: o corpo irá reagir e irá se aferrar ás reservas de gordura, impedindo a perda de peso.
Normalmente, nessa situação, o sujeito acredita que não perdeu peso em função da sua falta de empenho, quando a realidade é outra, pois o que fracassou foi a dieta e não você.
Na situação de privação, o corpo irá reagir de forma a protegê-lo de ter maiores prejuízos em função da alimentação inadequada a que se impôs. O sucesso de um emagrecimento efetivo vem de uma postura frente a vida de otimismo, disciplina e foco. Se quer alcançar determinada meta é necessário que se coloque de forma positiva e com uma boa dose de energia na busca do peso magro.
O sujeito que não perde tempo se questionando, a cada alimentação, os erros que teve, só direciona seu pensamento na busca de ser bem sucedido: aqui entra o foco a ser atingido  e  a disciplina, pois se ocorre um desvio na sua alimentação, retoma na seqüência e continua sua vida, com otimismo e adequação.
Não fica aprisionado na ideia do que fez de errado e se fracassou, e sim, vai em busca de meios mais adequados de alcançar sua metas.
Devemos desenvolver  a capacidade  de focarmos no que precisamos comer para termos sucesso e sermos saudáveis, e não no que não podemos ou devemos comer.
Na prática clínica, percebemos que as pessoas não percebem que a comida está relacionada diretamente com o ânimo, e aqui entra não somente o que comemos, mas quando e até onde fazemos nossas refeições.
Aí se instala um ciclo vicioso do humor deprimido, em função da má alimentação e do  fracasso na perda do peso, e uma boa chance de se tornar mais deprimido, afetando diretamente seus esforços para emagrecer e manter-se magro.
Imagem: stock.xchng
Por Luciana Kotaka – Psicóloga Clínica
Especialista em Obesidade e Transtornos Alimentares
Recomendo o Blog Comportamento Magro 
Bjkas

jacqueline

Publicitária, Maquiadora & Gestora de Negócios, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Todo mundo está cansado de saber que beber água é essencial para nossa sobrevivência, visto que cerca de 75% do corpo humano é composto de água. Agora, um novo estudo da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos, nos oferece mais uma razão – como se precisasse – para não nos esquecermos de tomar água durante todo o dia, mesmo que não sintamos sede: ela melhora o estado de alerta – o que é particularmente importante para aqueles que estudam ou trabalham à noite -, previne desmaios e promove a perda de peso.
Em um estudo dos efeitos da ingestão de água na pressão sanguínea, os pesquisadores observaram que a água sem aditivos podem ter efeitos fisiológicos inesperados, aumentando a atividade do sistema nervoso simpático, o que aumenta o estado de alerta, a pressão sanguínea – esta, de forma insignificante em pessoas saudáveis – e o gasto de energia.
De acordo com os pesquisadores, esse efeito no sistema nervoso, com o aumento do gasto de energia, pode promover a perda de peso. “Calculei que pode ser tanto quanto 2,3 kg por ano se você tomar três copos de 475 ml de água por dia”, disse o pesquisador David Robertson. “É interessante que a ativação do sistema simpático é suficiente para isso”, acrescentou o cientista

Importante essa matéria, pois a água está sempre disponivel , sempre a mão.
Muitas pessoas relatam não gostar de tomar água, mas já tentaram encher um jarra e colocar cascas de laranja, limão ou até hortelã?
A criatividade fica por conta de cada um, vamos experimentar?

Psicóloga Luciana Kotaka
Especialista em Obesidade e Transtornos Alimentares
Curitiba -PR


Imagem e conteúdo retirado do Blog Comportamento Magro

jacqueline

Publicitária, Maquiadora & Gestora de Negócios, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

As unhas podem informar mais sobre nossa saúde do que imaginamos. Alterações na coloração e no formato podem auxiliar no diagnóstico de várias doenças.

O dermatologista pode identificar desde uma simples carência de vitaminas até doenças graves, como o câncer.As unhas compreendem cerca de 10% das afecções da pele. O diagnóstico das unhas é realizado através do exame visual, com auxílio de uma lupa e com o dermatoscópio (para avaliação mais profunda da lesão). O dermatologista analisa toda a unha, verificando as deformações, manchas, depressões, sulcos, pontos coloridos e mudanças de aspecto.
Confira uma lista de doenças que podem ter seu diagnóstico facilitado pelo exame das unhas das mãos:
Doenças do Rim: Unhas brancas na metade proximal (perto da cutícula) e a outra metade vermelha na parte distal. Cirrose Hepática: Unhas brancas, com exceção da ponta (nas 10 unhas das mãos)Doenças do Pulmão: Unhas amareladas com espessamento e crescimento lento, com aumento da curvatura. Psoríase: Depressões(furinhos) na lamina ungueal.Anemia ferropriva e traumas repetidos na unha: Unha em colher Micose: Unhas Brancas, devido ao fungo.Trauma repetido na matriz da unha: Manchas brancas (são muito comuns)Hemorragia subungueal: Pequenos traumas na unha podem romper vasos de sangue embaixo da unha e provocar pontos de hemorragia (pontos vermelho escuro). Algumas drogas como a aspirina, também podem causar a hemorragia, mas a grande maioria dos casos ,é provocada por traumas. Unhas pálidas: pode ser um indício de anemia.Elevações ou feridas ao redor da unha: pode ser desde uma verruga até câncer de pele e precisa ser examinado pelo médico.Melanoma: o tipo mais perigoso de câncer de pele. Se a mancha se espalha para a cutícula ou dobras de uma unha é necessário procurar um médico imediatamente. 
Cuidados com as unhas:
– Manter unhas limpas e secas impede que cresçam microorganismos sob as unhas.
– Unhas grossas e difíceis de cortar: deixe-as imersas em água salgada e sabonete de 5 a 10 minutos e após aplique creme de uréia a 10%. Limpe-as normalmente.
– Cortar as unhas acompanhando a forma do dedo, com uso de tesouras apropriadas.
– Não roer as unhas.
– Usar lixa fina para deixar a unha sem espículas e lisas.
– Unhas encravadas. Evitar manuseá-las, vá ao podólogo ou dermatologista (se estiverem infectadas ou doloridas) 
– Usar luvas para lavar louça e usar produtos de limpeza.
– Evitar traumas (principalmente na manicure), contato com ambientes úmidos e substâncias químicas
A Dr. Daniela Graff é dermatologista, colunista sobre saúde da pele.
Fonte: Vila Equilibrio – Saúde

jacqueline

Publicitária, Maquiadora & Gestora de Negócios, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Acima da ditadura da moda está nosso bem estar! Hoje muito se comenta e se alerta sobre  transtornos alimentares um mal cada vez mais presente entre nós, a briga com a balança, como o espelho! Precisamos repensar nossos hábitos 
Meninas separei um texto bem legal, extraído da Revista Corpo a Corpo, leiam é bem interessante!
Uma discussão no trabalho, problemas escolares com os filhos, estar acima do peso esperado ou até um pequeno acidente de trânsito deixam muitos extremamente irritados e estressados. Mas situações de estresse ou de ansiedade podem ser grandes vilãs na vida das mulheres, afinal muitas delas tentam compensar esta sensação desagradável atacando a geladeira, chegando inclusive à compulsão.
A ansiedade é velha conhecida de muitas mulheres, seja por pequenos períodos ou uma constante, não há quem já não tenha convivido com ela. É uma emoção subjetiva, geralmente acompanhada pela sensação desagradável de incerteza, seja sobre o futuro ou uma situação de perigo, que muitas vezes é inexistente ou pouco significativa. Quando a mulher corre para a geladeira tem a impressão que o alimento oferece um alívio a esta sensação, porém os resultados são a curtíssimo prazo, e em seguida se vê forçada a recorrer ao alimento novamente.
“Esta é uma situação comum e que pode ter resultados desastrosos”, afirma a médica ginecologista geriátrica e sexóloga Ângela Carvalho. Ela explica que esta constante busca por alívio nos alimentos pode levar ao aumento de peso, e com isso a retenção de líquidos e acúmulo das famosas gordurinhas localizadas, e este aumento das medidas vem geralmente acompanhado de baixa auto-estima e em casos extremos a depressão.
“Muitas mulheres quando se vêem acima do peso, costumam se afastar das atividades sociais e de uma série de atividades que eram prazerosas para elas. Com isso há um aumento da ansiedade e em pouco tempo a comida passa ser uma das únicas fontes de prazer, que pode levar até a compulsão e a obesidade”, afirma a médica.
É importante que a mulher saiba diferenciar uma leve crise de ansiedade ou a vontade de atacar a geladeira num determinado dia, de um comportamento compulsivo. A compulsão não escolhe hora nem lugar e é uma constante na vida, e geralmente é o primeiro passo para os distúrbios alimentares, como a bulimia.
Segundo a médica o ideal para espantar a ansiedade e a busca constante pela comida é a prática de outras atividades que dêem prazer e ajudem a combater a ansiedade. Pode começar a praticar uma atividade física, como uma caminhada no parque ou uma corrida pelas ruas próximas, que além de gastar energia, libera serotonina, substância responsável pela sensação de prazer e bem estar.
Boas noites de sono e métodos de relaxamento podem auxiliar a diminuir o estresse, “É importante que as mulheres descubram outras atividades que as deixe feliz, pode ser um passeio com as amigas, ou uma tarde no parque com os filhos”, afirma Ângela.
Já os casos que apresentam compulsão a médica recomenda o acompanhamento psicoterapêutico e de nutricionistas, “Nestes casos mais graves a disfunção não é somente alimentar, mas também psicológica, e precisa de acompanhamento médico adequado. É preciso que a pessoa se sinta bem consigo mesma, e que trabalhe sua imagem perante ela e os outros, e só então conseguirá tratar os desvios alimentares”, finaliza a médica.
Bjkas

jacqueline

Publicitária, Maquiadora & Gestora de Negócios, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

É hora de malhar!

Eu estava conversando com uma amiga que me disse “Ai quem me dera ter a capacidade de gostar de malhar, como vejo tanta gente fazendo todos os dias.”  É verdade, tem pessoas que não abrem mão de estar em uma academia por nada, pois os exercícios é uma fonte de prazer e bem estar, eu adoro academia, musculação, spinning infelizmente ando meio turista e já começo a sofrer os sintomas da preguiça!
Se você não gosta de malhar não que exista algo de errado com você, porém, tem como mudar essa situação e buscar formas de sentir prazer e motivação.
1) Um bom princípio a ser seguido é traçar metas. Elas devem ser curtas, fáceis de serem cumpridas. Isso é importante, para que consiga ganhos pequenos, que somados trarão resultados satisfatórios.
2) Se está difícil se motivar para começar sozinho, verifique com seus amigos, qual deles teria o interesse de começar uma atividade com você.  Esse é o primeiro passo, mas é importante é que você se policie, que na falta deste, possa cumprir sua rotina de exercícios sozinha. Eu particularmente prefiro não depender de ninguém, gosto de malhar sozinha,com amigas é legal + a maioria das minhas não curte musculação então meio que me acostumei a ir sozinha!
3) Tudo se torna hábito em nossa vida, mas tem que começar em algum momento. Por isso, porque não agora? O que está esperando? Pode não ser animador esse processo, de escolher aonde e o que irá fazer, porém após dar esse primeiro passo tudo vai transcorrendo com tranquilidade e quando se der conta, se apaixonou pela sensação de bem estar que começará a sentir.
4) Ao fazer atividade física, deve pensar em alguma prática que seja prazeiroza. O que acha de nadar? ou mesmo de dançar? boxe? corrida? Spinning? Ouse, experimente algo diferente, e faça o que lhe der motivação, vontade.
Então, o que acha de tentar? Vou dar todo meu apoio, mas tente. Não por mim, mas por você!

jacqueline

Publicitária, Maquiadora & Gestora de Negócios, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Muito se falou ano passado sobre a Influenza H1N1, mas muita gente ainda tem dúvidas sobre o que é.
No portal www.vacinacaoinfluenza.com.br você encontra informações sobre a campanha, a imunização por enquanto só é realizada na rede pública. Para localizar o posto de vacinação mais próximo (em SP) clique aqui

  

jacqueline

Publicitária, Maquiadora & Gestora de Negócios, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Acontece de tempos em tempos. Você se matricula em uma academia vai 1, 2 vezes e nunca mais aparece, você já arriscou dançar? A dança de salão virou mania, depois do quadro Dança dos Famosos, exibido no programa do Faustão, da Rede Globo, até os pés mais desengonçados, ficaram com  vontade de rodopiar.

Dançar emagrece É isso mesmo. Dançar é uma atividade aeróbica das boas. Aumenta a freqüência cardíaca, estimula a circulação do sangue, melhora a capacidade respiratória e queima muitas calorias. Em uma hora de dança de salão é possível eliminar até 700 calorias. Quanto mais prática você tiver, maior será o gasto calórico porque vai seguir o ritmo com menos pausas. Uma coreografia agitada substitui a esteira e ainda tonifica os músculos das pernas, braços e abdômen. 
É recomendado também que pratique paralelamente um exercício localizado para fortalecer regiões específicas, como joelhos e coluna, e assim evitar lesões, já que o corpo se “requebra” inteiro.
 Junto com um
shape mais bonito, aprender novos ritmos também mexe com sua mente e deixa você mais esperta.  Essas habilidades você percebe na própria dança, quando começa a fazer os passos com mais graça, mas também leva para o dia-a-dia, ao realizar melhor as suas tarefas. Neste pacote, você ainda lucra no social e vai fazer novos amigos ou até conseguir um namorado pé-de-valsa, por que não? Esta pode ser a queima calórica mais divertida que você já experimentou!


Para se inspirar, assista alguns desses filmes:


1. SATURDAY NIGHT FEVER – “Os embalos de SÁBADO À NOITE” (1977)

Saturday Night Fever com John Travolta, no papel de Tony Manero, um mecânico que se transforma em dançarino aplaudido, empresta outro ritmo às fervorosas noites de sábado nos loucos anos 70.

2. FLASHDANCE (1983)

O clássico de todos os clássicos e um fiel retrato dos anos 80, Flashdance conta a história da Alex Owens (Jennifer Beals), uma mulher de armas que de dia trabalha como soldadora e à noite é dançarina exótica, enquanto sonha conseguir um lugar numa prestigiada companhia de dança. Adoruuuuu
3. STRICTLY BALLROOM – “Vem dançar comigo” (1992)
Se adora danças de salão, este filme é você. Não falta nada nesta comédia romântica  desde roupas e sapatos fantásticos, a coreografias cativantes e passos que não falham um único ritmo – onde o dançarino profissional Scott Hastings (Paul Mercurio) e a sua aprendiza Fran (Tara Morice) ousam desafiar todas as convenções das tradicionais danças de salão.

4. DIRTY DANCING – “Ritmo quente” (1997)

Um clássico que dispensa apresentações, Dirty Dancing é uma “bíblia” para dançarinos, profissionais e amadores, apaixonados e curiosos. Se já o viu uma dezena de vezes (como Eu), agora veja com olhos de aprender! Ao som da música e com a paixão pela arte de dançar a correr-lhes pelas veias, Frances “Baby” Houseman (Jennifer Grey) e Johnny Castle (Patrick Swayze) encantam os olhos de todos nesse romance dançante.  Adoruuuuu
5. DANCE WITH ME (Dança comigo) (1998)
Em um filme romanticamente latino, não podia faltar uma boa dose de dança sensual. Protagonizado pela bela Vanessa Williams. Com muitos ensaios, vários estilos e coreografias espectaculares, este é o filme que o vai levar a inscrever-se finalmente em aulas de dança.  Adoruuuuu

6. SAVE THE LAST DANCE – “AO RITMO DO HIP-HOP” (2001)

De todos dessa lista esse filme está no meu Top 3 Sara (Julia Stiles) e Derek (Sean Patrick Thomas), arrasam nesse filme. Com uma química inquestionável entre ambos, o ritmo que dita o filme e o HIP HOP . Apesar de ser um romance juvenil, a qualidade da dança neste filme é extraordinária… vcs não vai aguentar-se muito tempo no sofá!  Adoruuuuu

7. SHALL WE DANCE – VAMOS DANÇAR? (2004)

Quem nunca quis ser a “Pretty Woman” de Richard Gere? Bom nesse filme J.Lo (Jennifer Lopez) conseguiu!  Adoruuuuu
John Clark (Richard Gere) é um homem que tem tudo, incluindo a felicidade, mas na viagem diária entre o trabalho e a casa, cruza olhares com uma bela mulher num estúdio de dança, o que o leva a inscrever-se no mesmo. Em vez de a linda Paulina (Jennifer Lopez). John trava uma amizade sincera com Paulina e começa a treinar para uma importante competição… sempre às escondidas dos familiares e amigos. 

8. MAD HOT BALLROOM – “Vamos todos dançar” (2005)

Esse filme traz uma valiosa e divertida lição é um documentário que regista como um grupo de crianças de 11 anos, provenientes de três escolas públicas de Nova Iorque, aprenderam a dançar em muito pouco tempo.

9. STEP UP – “Ela dança, eu danço” (2006)

Esse filme é simplesmente apaixonante!  Adoruuuuu
O acaso junta Tyler Gage, um adolescente rebelde a cumprir serviço comunitário e Nora Clark, uma bailarina de ballet de enorme talento. Ele precisa de encontrar o seu rumo na vida, ela precisa de um parceiro para convencer, de uma vez por todas, o mundo da dança. Delicie-se com mais de hora e meia de bons ritmos, algum romance e uma cena numa discoteca que não pode perder… aliás, aproveite para aprender alguns passos fantásticos! Afaste o sofá e aperte o PLAY 

10. take the lead – “vem dançar” (2006)

Desde Zorro Antonio Banderas, encanta as mulheres de todo o mundo com seu charme “maduro” em Vem Dançar ele é Pierre Dulaine é um dançarino de salão profissional, que se torna voluntário para dar aulas de dança em uma escola pública de Nova York. Pierre tenta apresentar seus métodos clássicos, mas logo enfrenta resistência dos alunos, mais interessados em hip hop. É quando deste confronto nasce um novo estilo de dança, mesclando os dois lados e tendo Pirre como mentor. É maravilhasamente dançante!  Adoruuuuu

11. STOMP THE YARD / STEPPIN – “O PODER DO RITIMO” (2007)

Mataram o Chris Brown logo no comecinho fiquei triste! rs por isso que o menino ficou revoltado e saiu batendo na Rihanna! 
Bom a história do filme é sobre um jovem negro dançarino de ruas que, após a morte do irmão mais novo, decide tentar uma vaga na universidade. Lá, enquanto se dedica à educação e a conquistar um garota, é assediado por duas equipes rivais da escola que o querem como dançarino na mais importante competição nacional. Adoruuu a trilha sonora é Show!

Agora corra na locadora + próxima!

jacqueline

Publicitária, Maquiadora & Gestora de Negócios, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Jackie Siqueira Makeup © 2019 | Todos os direitos reservados
Design & Programação: