Mostrando posts da categoria Empreendedorismo
Olá pessoal
Hoje é dia de falar sobre empreendedorismo! as aulas voltaram e com elas ideias a mil na cabeça para novos posts
Neste momento de crise seria interessante abrir uma empresa ou deve-se esperar até a economia voltar a crescer? Em um país em crise as vendas caem, o crédito é encurtado e o dinheiro em circulação some, a inadimplência cresce, os juros aumentam, mas também surgem novas oportunidades!
Se você está preparado, com seu plano de negócios elaborado se pesquisou e conhece muito bem sobre o negócio que irá montar, já trabalhou no negócio como funcionário tendo uma visão de dono, tem noção mesmo que seja básica então mesmo com a crise você está apto para começar.
Uma pesquisa do Sebrae realizada em 2014 com 1.829 empresários apresentando a falta de informações dos Empreendedores sobre o mercado:
  • 32% não conheciam os aspectos legais do negócio
  • 31% não sabiam o investimento necessário para o negócio
  • 21% não identificaram o público-alvo do negócio
  • 61% não procuraram ajuda de pessoas ou instituições para abertura do negócio
  • 55% não elaboraram um plano de negócios
  • 42% não calcularam o nível de vendas para cobrir custos e gerar o lucro pretendido
  • 39% não sabiam qual era o capital de giro necessário para abrir o negócio
  • 38% não sabiam o número de concorrentes que teriam
  • 33% não tinham informações sobre fornecedores
Eu trabalho com beleza, o assunto do blog é beleza peguei como exemplo de falta de administração no tipo de negócio que mais se abre no Brasil – você já parou pra contar quantos novos salões abrem a todo momento em seu bairro?
De acordo com a Associação Nacional do Comércio de Artigos de Higiene Pessoal e Beleza (Anabel), entre 2005 e 2010, o número de estabelecimentos de beleza no Brasil cresceu em torno de 78%, subindo de 309 mil para 550 mil formais, incluindo os informais esse número é acima de 1 milhão de salões.
Quando uma empreendedora resolve montar esse tipo de negócio, ela se preocupa primeiramente em fazer um curso de cabeleireiro. Em algumas escolas na grade do curso normalmente estão inclusas aulas de administração que infelizmente devem ser muito superficiais.
A falta de preparo para visualizar a empresa como um todo, da gestão ao atendimento, acaba causando transtornos em diversos setores da empresa. No caso de salões de beleza, seguem os principais problemas de administração de acordo com a revista Cabelo & Cia:
  • INFORMALIDADE : a informalidade deixa o negócio vulnerável a processos trabalhistas, a falta de processos e controles pode fazer com que funcionários se tornem revolucionários na empresa.
  • FALTA DE CONHECIMENTO : caso clássico da(o) cabeleireira(o) que sai de um salão, recebe a indenização e resolve abrir o seu próprio. Habilidades na tesoura não garantem sucesso na administração do salão.
  • VER O NEGÓCIO COMO UM HOBBY : abrir o salão e não estar presente no dia a dia é um grande passo para o fracasso do negócio. Os desvios são muito fáceis de ocorrer. Tem que estar diariamente no negócio, conhecendo as clientes, ajudando o time a dar um ótimo atendimento.
  • LOCAÇÃO CARA E PONTO RUIM : tem que tomar muito cuidado com o valor do aluguel perante o faturamento, tentar não passar dos 10%. Qualidade, localidade e estrutura do salão tem que ser muito bem adequada ao público-alvo, pontos que podem ajudar a gerar uma fidelização dos clientes.
  • MÁ GESTÃO DE ESTOQUE : uma processo de compra errada faz com que você tire dinheiro do seu fluxo de caixa e fique empatado no estoque, vai embora a liquidez da empresa.
  • FALTA DE CAPITAL DE GIRO : devido ao tempo de retorno do investimento médio ser de 18 – 36 meses, você precisa fazer uma reserva de capital quando for abrir o negócio, tomar muito cuidado com a formação de preço errada, às vezes vai achar que está ganhando e não está.
  • DESCONTROLE DAS DESPESAS : falta de consciência do custo fixo e variável, a falta de controle e informatização dos serviços do dia a dia, gastar mais do que esta ganhando ou faturando.
Planejamento é fundamental, arregace as mangas e vá a luta!
Quem costuma vir de onde eu sou
Às vezes não tem motivos pra seguir
Então levanta e anda, vai
Levanta e anda, vai
Levanta e anda
Mas eu sei que vai, que o sonho te traz coisas que te faz
Prosseguir…Emicida

Fonte: Sebrae-SP; Estadão PME; Revista Cabelo & Cia

jacqueline

Publicitária, Empreendedora e Maquiadora, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé e que não vive sem maquiagem! - exceto aos domingos hahaha

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Jogo Metamorphose‬ #FatecSebrae

Olá Empreendedoras!

O post dessa semana traz o resultado de um dos desafios do 1º semestre do curso de GNI +aqui na Fatec Sebrae. Foi o desenvolvimento do projeto interdisciplinar que desafiava os alunos a desenvolver um jogo de tabuleiro com foco em Empreendedorismo, aplicando os conceitos multidisciplinares e metodologia cientifica.

Além da pesquisa de diversos temas, participamos de oficinas e fomos a campo para pesquisar e entender mais sobre jogos, ‘gameficação‘, mecânica, estratégia, dinâmica, etc.

O tema do meu grupo foi o empreendedorismo feminino, o jogo foi batizado de Metamorphose, e como símbolo a Borboleta remetendo a transformação e maturação vivida pela mulher empreeendedora.

Para construção do jogo tivemos a oportunidade de contar com a mentoria da Ana Fontes criadora da Rede Mulher Empreendedora, que em reunião ouviu as ideias do grupo e com sua experiência na vida empreendedora colaborou para que pudéssemos construir a dinâmica e temática do jogo.

 

 

 

 

 

 

Eu em um ‘Bad Hair Day’ e cansada após a correria da semana da entrega do jogo!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Fotos: Paloma Cassiano | Jackie
Web Designer/Criação : Tatiane Cardoso T’Art Designer

jacqueline

Publicitária, Empreendedora e Maquiadora, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé e que não vive sem maquiagem! - exceto aos domingos hahaha

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Olá Pessoal tudo bem?

Sei que nem toda empreendedora é cadastrada como MEI, eu mesma não sou tenho uma ME (micro-empresa). Mas como esse é o primeiro passo da formalização da grande maioria dos profissionais estou ‘martelando’ sobre o tema nos últimos posts

Surgiu uma nova regra, agora se o MEI ficar 12 meses consecutivos em débito, poderá, a partir de agosto, perder todas as vantagens do enquadramento e ter o registro cancelado, incluindo o CNPJ. 

Mas calma não criemos pânico! se você está com débitos em atraso, o procedimento para regularização é simples!

Caso não dê para liquidar de uma vez, é possível emitir e pagar os boletos gradualmente até zerar a dívida. 

Segue um passo a passo para pagar os tributos atrasados e evitar prejuízos.

1- Acesse o Portal do Empreendedor: www.portaldoempreendedor.gov.br
2 – Clique em “MEI”
3 – Selecione carnê de pagamento mensal (“emissão de carnê de pagamento – DAS”)
4 – Informe o ano e o mês que quer imprimir ou opção extrato
5 – Clique em “emissão ou visualizar meses em débito”
6 – Gerar o DAS que será impresso já totalmente preenchido, incluindo os juros e a multa (valores atualizados)
7-  Imprima o DAS (no pagamento pela internet não é necessário)
8 – Pagar na rede bancária, lotéricas ou internet

Como integrante do Simples Nacional, o MEI tem que pagar, todo dia 20 de cada mês, um valor de acordo com o tipo de sua atividade.

Fique ligada! procure deixar suas contribuições em dia para evitar o cancelamento de seu CNPJ 😉

Saiba como se cadastrar +aqui
O que é o MEI? +aqui

jacqueline

Publicitária, Empreendedora e Maquiadora, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé e que não vive sem maquiagem! - exceto aos domingos hahaha

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Prêmio Sebrae Mulher de Negócios

Quem não conhece a história de alguma mulher de sucesso?  o/

Diversas empreendedoras conseguem ter seu próprio negócio mesmo tendo dupla, tripla jornada pois além da empresa tem casa, filhos, marido, pais, etc. Mulheres que não tiveram medo e correram atrás de seus sonhos!

Estão abertas as inscrições para o Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, que reconhece e premia as melhores iniciativas do público feminino no empreendedorismo brasileiro. As candidatas concorrem a um troféu, ao selo de vencedora e a uma capacitação em território nacional, além de uma viagem internacional. O prazo final para se inscrever é 31 de julho

A ideia do concurso é premiar a história de mulheres que se destacaram em seus ramos de atuação e tiveram reconhecimento estadual e nacional.

Quem tiver uma história inspiradora e quiser participar deverá se inscrever até o dia 31 de julho no site do prêmio. Clique aqui para acessar o site do prêmio

jacqueline

Publicitária, Empreendedora e Maquiadora, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé e que não vive sem maquiagem! - exceto aos domingos hahaha

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Olá pessoal

Semana passada ‘furei’ com nossas “quartas do empreendedorismo”. Com o fechamento do semestre entrega de trabalhos e provas da #FatecSebrae fiquei meio atordoada e não consegui parar e dar uma atenção ao blog.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Seguindo o assunto do último post sobre o MEI +aqui  onde falei sobre uma das formas de formalização da empreendedora, o post de hoje explica direitinho como e onde fazer o MEI.

Antes de tudo é preciso verificar se a atividade que deseja fazer está enquadrada na categoria do microempreendedor individual e também se ela pode ser exercida na cidade e local escolhido. A lista completa pode ser consultada aqui

Feito isso você deve iniciar a sua inscrição, não há gasto algum não precisa de contador é tudo feito na hora, pela internet. Não cai em ciladas, tem muitas pessoas se aproveitando do ‘Boom da formalização’ para cobrar taxas e serviços diversos para a formalização do MEI.

O cadastro é feito pela internet através do Portal do Empreendedor, o CNPJ, a inscrição na Junta Comercial, no INSS e o Alvará Provisório de Funcionamento são obtidos imediatamente, gerando um documento único, que é o Certificado da Condição de Microempreendedor Individual – CCMEI.

Não há a necessidade de assinaturas ou envio de documentos e cópias. Tudo é feito eletronicamente.

Você pode obter mais informações no site portaldoempreendedor.gov.br

O Sebrae conta com um para orientação de quem deseja abrir um MEI +aqui Curso EAD MEI

Infos: Portal MicroEmpreendedor | Sebrae

jacqueline

Publicitária, Empreendedora e Maquiadora, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé e que não vive sem maquiagem! - exceto aos domingos hahaha

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Você começou a vender roupas, bijoux, cosméticos,etc ou é profissional até então autônoma, você sabia que o Microempreendedor Individual é a melhor forma de formalizar um negócio?

Quem fatura até R$ 60 mil por ano não tem custo e nem burocracia para abrir um negócio

Como MEI você pode contar com a ajuda de até um funcionário, mas é importante lembrar que é necessário assinar a carteira de trabalho e que a renda do seu ajudante tem de ser de um salário mínimo ou equivalente ao piso da categoria.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Para se formalizar você não precisa ter um estabelecimento comercial. A sua empresa pode funcionar na sua própria casa. Se a prefeitura quiser cobrar IPTU comercial, ela é obrigada a calcular o valor levando em consideração a faixa mais baixa do imposto. Mas é preciso verificar se a atividade escolhida é permitida naquele endereço.

O pagamento mensal do boleto do MEI garante acesso aos benefícios previdenciários. Pagando a contribuição em dia, o Microempreendedor Individual obedece aos mesmos prazos de carência dos contribuintes individuais segurados da Previdência Social.

Ao faturar mais de R$ 60 mil por ano, o MEI não é automaticamente desenquadrado dessa opção. Se o faturamento for de até R$ 72.mil, somente será desenquadrado no ano seguinte.

No primeiro ano de existência, todo Microempreendedor pode contar com a ajuda gratuita de um contador, optante pelo Supersimples, para fazer a declaração anual do MEI.

Quando o Microempreendedor se formaliza, ele pode escolher até 15 atividades para atuar simultaneamente.  São mais de 480 permitidas.
O MEI pode participar de licitações públicas e prestar serviços para outras empresas, desde que não exista vínculo empregatício.

Você pode obter mais informações no site portaldoempreendedor.gov.br

O Sebrae conta com um para orientação de quem deseja abrir um MEI +aqui Curso EAD MEI

Infos: Blog Bruno Caetano | Portal MicroEmpreendedor | Sebrae

jacqueline

Publicitária, Empreendedora e Maquiadora, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé e que não vive sem maquiagem! - exceto aos domingos hahaha

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Seja uma empreendedora de Sucesso!

Trabalhar em horários flexíveis, colocar ideias em prática, conquistar a estabilidade financeira e equilibrar vida profissional e pessoal são alguns dos vários atrativos de quem deseja criar o próprio negócio.

Mas infelizmente o caminho não é fácil, há uma jornada (as vezes longa) entre o sonho de abrir o próprio negócio e o efetivo sucesso profissional. Neste caminho, existem questões que precisam ser consideradas para que todo o investimento (financeiro e intelectual) valha a pena.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nas últimas semanas tive aulas incríveis na disciplina de Administração de empresas, entre outras e pontuei abaixo alguns pontos destacados pelo professor sobre características indispensáveis relacionadas à postura do empreendedor.

Acreditar – Neste caminho, existirão momentos em que ninguém, ou quase ninguém, botarão fé no seu projeto. Sendo assim, é preciso perseverar no que se acredita, sem deixar de lado o bom sendo e considerações de empreendedores mais experientes.

Digo agora por experiência, faça seu plano e siga em frente em busca de conquistar o que se deseja, não espere apoio da família e amigos pois muitas vezes não terá, então não deixe que isso te fruste! Ah e não conte seus planos a qualquer pessoa! 😉

Ação – O empreendedor de sucesso não pode ficar de braços cruzados esperando que as coisas caiam do céu (e elas não caem viu!). É preciso agir! A iniciativa deve ser uma característica nata de quem quer empreender.

Conhecimento – Você conhece bem a área em que deseja investir? Pode parecer até ‘zona de conforto’ mas a maioria dos empreendedores iniciam atuando em áreas em que já possuem experiência. Então o setor em que se deseja investir deve ser de domínio do empreendedor.

Mais do que isso, é preciso ter paixão pelo que se pretende fazer e buscar sempre mais conhecimento para se destacar e sair na frente!

Planejamento – Muitas pessoas começam errando por pular essa importante etapa, uma grande ideia só pode sair do papel e se manter sustentável com planejamento.

Procure o Sebrae de sua cidade, lá existem cursos voltados ao planejamento além da orientação dos consultores. E, quando pensamos no início de qualquer negócio, não há dinheiro, tempo e energia a se perder!!

Liderança – O sucesso do empreendedor dependerá também de quem estiver com ele durante todo o caminho. Por isso, é preciso ser mais do que um profissional de negócios e desenvolver características como líder, motivador, ouvinte e gestor de pessoas.

Estas são apenas algumas características que todo empreendedor deve ter para obter sucesso e criar e gerenciar um negócio sustentável.

jacqueline

Publicitária, Empreendedora e Maquiadora, uma libriana tipicamente indecisa e vaidosa, fã da Beyoncé e que não vive sem maquiagem! - exceto aos domingos hahaha

>> Veja mais posts dessa autora

Veja também esses posts

Jackie Siqueira Makeup © 2018 | Todos os direitos reservados
Design & Programação: